Veuve Clicquot e Joël Robuchon: a mesma busca pela excelência

Veuve Clicquot - Joel Robuchon

Em Fevereiro de 2013, a Casa de Veuve Clicquot e o conhecido chef Joël Robuchon uniram o seu prestigioso savoir-faire para criar o ambiente perfeito, equilibrando qualidade com o convívio.

A Veuve Clicquot é conhecida por fazer parceria com designers e arquitetos inovadores, promovendo e celebrando a criatividade. Hoje a Veuve Clicquot começa uma grande aventura culinária, em parceria com o chef vencedor de estrelas Michelin - Joël Robuchon, cuja notável criatividade trouxe o reconhecimento mundial.

JOËL ROBUCHON

Veuve Clicquot - Joel Robuchon

Paixão e expertise

Há mais de 240 anos que a Veuve Clicquot procura aperfeiçoar os seus vinhos buscando a excelência. Tendo sempre em mente o lema "Apenas uma qualidade - a melhor" estabelecida pela própria Madame Clicquot, a Casa estabeleceu um padrão inigualável. Seguindo a mesma trajetória, Joël Robuchon é reconhecido hoje em dia como um "papa da gastronomia", capaz de criar novas qualidades desde o mais simples dos sabores e reforçar as qualidades puras das suas matérias-primas. Os dois nomes notórios, conhecidos pelos seus elevados padrões e um perfeccionismo imperdoável, unem hoje as suas especialidades.

O estilo único da Veuve Clicquot brilha através das suas cuvées extraordinárias (vintages excecionais) desde 1772. O Yellow Label, dominado pela uva Pinot Noir, personifica o estilo da Casa, ao mesmo tempo que o refrescante Rosé, o primeiro criado por Madame Clicquot em 1818, é ainda criado com a mesma assemblage. Mas a quintessência da Veuve Clicquot e o seu estilo é a La Grande Dame, uma cuvée de prestígio que tem encantado paladares desde 1972.

Dominique Demarville, o Chefe de Cave da Veuve Clicquot, continua a honrar a qualidade e tradição da Casa, criando vinhos com predominância de Pinot Noir para proporcionar estrutura e força.Joël Robuchon possui 26 estrelas Michelin, o maior número de qualquer chef do mundo. O seu profissionalismo, disciplina, confiança e criatividade valeram-lhe uma reputação internacional e respeito. Quando inaugurou em 1981 Le Jamin, o seu primeiro restaurante, ganhou três estrelas Michelin por cada um dos seus primeiros anos. A sua visão nunca parou de evoluir, e durante as suas viagens pelo mundo, em especial as do Japão e Espanha, inspirou-se para desenvolver um novo conceito de restaurante, que iria levar a sua cozinha ao próximo nível; baseado num conceito de produtos de qualidade servidos no espírito de convívio, nasceu a Ateliers Robuchon. Os princípios do chef Robuchon torná-lo-iam no verdadeiro guia da gastronomia francesa, com a sua devoção aos produtos excecionais ou apenas à simplicidade da sua execução.

ALIANÇA DE EXCELÊNCIA

Ateliers Joël Robuchon

Ele possui uma dúzia de restaurantes em Hong Kong, Las Vegas, Londres, Macau, Mónaco, Paris, Taipei e Tóquio. Os seus restaurantes receberam um total de 26 estrelas Michelin - mais do que qualquer outro chefe no mundo.

  • las vegas
  • paris
  • london
  • monaco
  • hong kong
  • tokyo
  • tapei
  • singapore
  • macau
  • shanghai
  • Bangkok
  • las vegas
  • L’Atelier Las Vegas
  • Joel robuchon restaurant
  • paris
  • L’Atelier Etoile
  • L’Atelier Saint Germain
  • LONDON
  • L’Atelier Londres
  • La Cuisine
  • Salon Bar
  • monaco
  • Joël Robuchon Monte-Carlo
  • Yoshi
  • HONG KONG
  • Salon de Thé
  • le jardin
  • L’Atelier Hong Kong
  • TOKYO
  • Joël Robuchon Restaurant
  • La Table
  • Rouge Bar
  • Le Café
  • L'Atelier Tokyo
  • La Boutique
  • TAPEI
  • Salon de Thé
  • L’Atelier Tapei
  • SINGAPORE
  • L’Atelier
  • Joël Robuchon Restaurant
  • MACAU
  • Robuchon au Dôme
  • SHANGHAI
  • L’Atelier Joël Robuchon
  • BANGKOK
  • L’Atelier Joël Robuchon